Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | Agosto 2020 nº75 Ano XVI
Cultura
Moon gate inaugurada na Ribeira de Oleiros
corticada.jpgA instalação Moon Gate, colocada por cima da Ribeira de Oleiros, foi inaugurada no dia 2 de agosto, num palco colocado junto à  Ribeira de Oleiros.
Esta é uma de três obras de arte na paisagem, instalada no âmbito do roteiro de obras do Cortiçada Art Fest - Festival de Experiências Artísticas na Paisagem - uma iniciativa dos municípios de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, em colaboração com o escritório de arquitetura MAG - Marques de Aguiar, que pretende homenagear a interioridade e dar uma nova vida à região. 
A instalação, um círculo de resina com dois metros de diâmetro, de cor âmbar, foi estrategicamente enquadrada e colocada no local e é uma homenagem ao Padre António de Andrade, o primeiro português a chegar ao Tibete. 
Moon Gate é uma obra criada em co-autoria pela equipa Mag - Marta Aguiar e Mariana Costa, com Sofia Marques de Aguiar. Executada em várias camadas de resina, protegida por policarbonato e suspensa em cabos de aço, aro em aço inox com acabamento latoado. A incorporação de iluminação no interior da resina transforma a obra durante a noite, em cores vulcânicas e reflexos na água da ribeira, sugerindo uma lua.
O "Cortiçada Art Fest - Festival de Experiências Artísticas na Paisagem"  tem como objetivo promover a interioridade, combater o despovoamento e dar uma nova vida aos concelhos de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, que foram afetados de modo significativo pelos fogos florestais, com diversas iniciativas. Financiado pela DGARTES, no âmbito do "Programa de Apoio em Parceria - Revitalização do Pinhal Interior - Programa de Desenvolvimento Cultural o Território" e com uma dinâmica única, o evento promove a integração e a coesão social, atraindo as atenções a nível nacional e, em simultâneo, promovendo a transformação da paisagem. 
Na cerimónia estiveram presentes o diretor Geral da DGArtes, Américo Rodrigues, a diretora Regional de Cultura do Centro, Susana Menezes, os presidentes das Câmaras de Oleiros, Fernando Jorge, Proença-a-Nova, João Lobo e Sertã, José Farinha Nunes e o vice-presidente da autarquia de Oleiros, Victor Antunes, e o vereador Paulo Urbano. 
O momento foi assinalado através de um brinde com o histórico Vinho Callum, e com o descerramento da placa com a memória descritiva da obra.