Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | agosto 2019 nº71 Ano XVI
Estudo de impacte ambiental em análise
Lusiaves investe milhões no concelho de Oleiros

14318875.JPGO estudo de impacte ambiental referente à instalação de uma unidade de produção de perus na freguesia do Estreito, por parte da empresa Lusiaves, já foi entregue na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro. O documento aguarda agora o parecer para que a construção das instalações possa avançar.
A empresa, na sua página de internet, anuncia um investimento superior a 6,5 milhões de euros e a criação de 20 postos de trabalho. Na mesma página, a Lusiaves confirma que os terrenos já foram adquiridos.
Mas para além deste investimento, Fernando Jorge, presidente da Câmara de Oleiros, acredita que possam surgir outros por parte da empresa. O autarca revelou que o Grupo Lusiaves "está interessado em fazer um centro de abate no concelho, para além de querer apostar na agropecuária".
Se se confirmar essa intenção poderão vir a ser "investidos mais milhões de euros no concelho. Da parte da autarquia haverá toda a disponibilidade em colaborar, nomeadamente na vertente das infraestruturas".
O Grupo Lusiaves, na sua página de internet, diz estar "disponível para avaliar novas possibilidades de investimento no interior do país e tem estado em conversações, analisando algumas possibilidades noutros municípios, mas até ao momento nenhum deles com desenvolvimentos relevantes".
De referir que o Grupo Lusiaves inclui 20 empresas e acolhe cinco mil pessoas (61% de colaboradores diretos e 39% de indiretos). No total tem 41 unidades distribuídas por 24 concelhos, apresentando uma faturação de 400 milhões de euros, produzindo 1,8 milhões de perus por ano e 6,5 milhões de frangos do campo anualmente.