Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | Abril 2020 nº74 Ano XV
Saúde
Unidade Móvel fez 1100 atendimentos
unidade_movel.jpgA Unidade Móvel de Saúde de Oleiros realizou mais de 1100 atendimentos em 124 saídas no ano de 2019. Os dados foram divulgados pela autarquia, que em comunicado diz que desde fevereiro de 2015, aquela unidade tem realizado "rastreios no âmbito da Diabetes e das Doenças Cardiovasculares e prestado cuidados de saúde a toda a população do concelho contribuindo desta forma para atenuar um pouco as carências nos cuidados de saúde primários".
Ao Oleiros Magazine a autarquia refere que "em 2019, a Unidade Móvel Saúde (UMS) de Oleiros registou cerca de 124 saídas pelas várias localidades do concelho, tendo participado nos rastreios desta UMS cerca de 909 utentes, realizando um total de 1154 atendimentos. Do total de participantes, 742 são utentes que se encontram inscritos no Centro de Saúde de Oleiros e, os restantes 167 participantes, são utentes que se encontram inscritos noutros Centros de Saúde ou que se encontram com inscrição esporádica pela sua condição de migrante. Destaca-se, ainda, a participação de cerca de 105 novos utentes nos rastreios desta UMS".
Atendendo aos parâmetros avaliados e situações de saúde verificadas, ao longo de 2019 foram encaminhados 30 utentes para o SAC (Serviço de Atendimento Complementar) de Oleiros/Hospital Amato Lusitano, 104 utentes para o Médico de família e verificou-se 1 utente com necessidade de acionamento do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica). Sendo este um projeto multissetorial, foram também, encaminhados 2 utentes para o serviço de Ação Social  e para o serviço de Psicologia. Ambos os serviços colaboram com a UMS Oleiros realizando ações de educação para a saúde através de ensinos individuais e em grupo e através da distribuição de material informativo.
A UMS de Oleiros tem ainda aproveitado a oportunidade do contacto privilegiado de proximidade com a população para realizar a Avaliação do Risco de Diabetes tipo 2 a 10 anos a todos os utentes não diagnosticados com Diabetes e a avaliação do risco de Pé diabético aos utentes diabéticos que ainda não a tenham realizado no seu Centro de Saúde e que aceitem esta intervenção. Ao longo de 2019 foi calculado o risco de vir a desenvolver Diabetes tipo 2 dentro de 10 anos a cerca de 711 utentes e realizadas 107 avaliações do risco de Pé Diabético.
É de referir que, em 2019, a UMS de Oleiros também realizou cerca de 39  visitas domiciliárias a utentes acamados ou com dificuldades na mobilidade e que, as suas intervenções permitiram que fossem detetados, precocemente, 7 novos casos de Diabetes tipo 2.