Newsletter
Subscreva a nossa newsletter

Newsletter

FacebookTwitter
Jornal do Concelho de Oleiros | Directora: Daniela Silva | Periodicidade: Trimestral | Março 2021 nº78 Ano XVII
Música do Pinhal
Festival teve milhares de visualizações

Fado.jpgO Festival das Artes da Beira Baixa - iniciativa integrante do projeto Beira Baixa Cultural - a 2.ª edição do Festival de Música do Pinhal (FMP), alcançou milhares de visualizações, informou a autarquia em nota enviada ao Oleiros Magazine.
De acordo com o Município, o festival teve a direção artística do maestro Luís Cipriano, tendo "cumprido o seu objetivo pedagógico de sensibilização das gentes locais para a Música, formando e captando novos públicos".
Este ano o festival acabou por ter uma parte realizada em formato online devido à pandemia de Covid-19. Numa fase inicial, em setembro, realizou-se o primeiro concerto na Igreja Matriz de Estreito, o qual registou uma boa adesão de espetadores, cumprindo as necessárias normas de segurança.
A pandemia obrigou a que o evento fosse suspenso e depois transformado em edição digital, com os concertos a serem transmitidos na internet, a partir da Casa Padre António de Andrade (em Oleiros).
Os grupos e intérpretes como
Velvet Quintet (Cordas), Piano4Voice, Carmin´Antiqua, Coro Misto da Beira Interior (com os projetos Fado e La Renaissance) e Francisco Cipriano (Percussão), apresentaram uma variabilidade de timbres e vozes e uma diversidade de sons e instrumentos que não deixaram ninguém indiferente.
Recorde-se que o projeto intermunicipal Beira Baixa Cultural (onde se enquadra este Festival), e que agora cumpre o seu 3.º e último ano de vigência, é promovido pela Comunidade Intermunicipal e municípios que a constituem, sendo cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Europeu / Portugal 2020.